Criando o tnsnames.ora com o NETCA do Oracle 11g R2 no Windows 7

02/07/2014 19:43

 


tnsnamesLogo.png

Neste artigo você irá aprender como criar o arquivo tnsnames.ora através do NETCA do Oracle 11g R2 no Windows 7 Ultimate 64 bits. Será apresentado de forma breve o arquivo, um passo a passo da criação, e por fim como conectar no banco de dados pelo sqlplus utilizando o tnsnames.ora.

O arquivo tnsnames.ora é responsável registrar os endereços de conexões. É através deste arquivo que são especificados as seguintes informações de conexão: 
  • Identificação da conexão
  • Protocolo
  • IP ou hostname
  • Porta
  • Nome do serviço
Segue a estrutura básica do arquivo tnsnames.ora:
1
2
3
4
5
6
7
8
9
<IDENTIFICAÇÃO DA CONEXÃO> =
  (DESCRIPTION =
    (ADDRESS_LIST =
      (ADDRESS = (PROTOCOL = <PROTOCOLO>)(HOST = <IP/HOSTNAME>)(PORT = <PORTA>))
    )
    (CONNECT_DATA =
      (SERVICE_NAME = <NOME DO SERVIÇO>)
    )
  )

Respeitando a estrutura apresentada acima, é possível criar o tnsnames.ora em qualquer editor de texto. No Windows 7 o tnsnames.ora está localizado na pasta %ORACLE_HOME%/network/admin. A variável %ORACLE_HOME% depende da instalação do cliente Oracle, neste caso foi instalado emC:\oracle\app\Sakamoto\product\11.2.0\client_1.

Para instalar o cliente Oracle, siga o seguinte artigo:
É importante que no momento da instalação do cliente Oracle, seja escolhida o tipo de instalaçãoAdministrador, este tipo de instalação inclui a instalação do NETCA.

Criando o tnsnames.ora com o NETCA (Network Configuration Assistant)

Para quem não conhece, NETCA é um assistente de configuração do Oracle Net em modo gráfico, além de criar o tnsnames.ora, o assistente possui outras funcionalidades. Para mais detalhes, leia os seguintes artigos: 
A seguir será demonstrado o como criar o tnsnames.ora com o NETCA:
  1. Inicie o NETCA. Existem duas formas para iniciar o NETCA no Windows 7:
    1
    C:\Users\Sakamoto>netca
    • Iniciando pelo menu iniciar > Oracle - OraClient11g_home1 > Ferramentas de Configuração e Migração > Assistente de Configuração de Rede.
    • Iniciando por linha de comando:
  2. Escolha Configuração do Nome do Serviço de Rede Local.
  3. Marque Adicionar.
  4. Defina o Nome do Serviço.
  5. Marque TCP.
  6. Defina o Nome do Host e marque a opção Utilize o número de porta padrão 1521.
  7. Marque a opção Sim, realize um teste para testar a conexão.
  8. Pode ser apresentado o erro ORA-01017, click em Alterar Log-in.
  9. Digite um usuário e senha e click em OK.
  10. Se todas as informações anteriores estiverem corretas, o teste será bem sucedido.
  11. Defina no Nome do Serviço de Rede.
  12. Caso deseje configurar outro Nome de Serviço de Rede, marque Sim.
  13. Arquivo tnsnames.ora criado com sucesso!
Segue abaixo o tnsnames.ora gerado pelo NETCA:
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
# tnsnames.ora Network Configuration File: C:\oracle\app\Sakamoto\product\11.2.0\client_1\network\admin\tnsnames.ora
# Generated by Oracle configuration tools.
 
MYTRACELOG =
  (DESCRIPTION =
    (ADDRESS_LIST =
      (ADDRESS = (PROTOCOL = TCP)(HOST = 10.1.1.12)(PORT = 1521))
    )
    (CONNECT_DATA =
      (SERVICE_NAME = mytracelog.localdomain)
    )
  )


As informações utilizadas para criar o tnsnames.ora são do banco de dados criado no seguinte artigo:
tnsnames.ora é um arquivo que deve ser criado tanto do lado do cliente como do lado do servidor, a criação do tnsnames.ora do lado do servidor é feita de forma automática se o banco de dados for criado pelo DBCA (Database Configuration Assistant). A presença do tnsnames.ora no servidor é importante para as conexões de DBLINK e para poder acessar outros banco de dados como cliente. 

Conectando no banco de dados com o sqlplus

Agora com o tnsnames.ora criado, vamos fazer a nossa primeira conexão:
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
C:\Users\Sakamoto>sqlplus system/mytracelog@mytracelog
 
SQL*Plus: Release 11.2.0.1.0 Production on Qui Set 29 21:36:40 2011
 
Copyright (c) 1982, 2010, Oracle.  All rights reserved.
 
 
Conectado a:
Oracle Database 11g Enterprise Edition Release 11.2.0.1.0 - 64bit Production
With the Partitioning, OLAP, Data Mining and Real Application Testing options
 
SQL>
1
2
3
4
5
SQL> SELECT SYSDATE FROM DUAL;
 
SYSDATE
--------
29/09/11
1
2
3
SQL> EXIT
Desconectado de Oracle Database 11g Enterprise Edition Release 11.2.0.1.0 - 64bit Production
With the Partitioning, OLAP, Data Mining and Real Application Testing options
  1. Conectando no banco com o sqlplus:
  2. Consultando a data no servidor:
  3. Desconectando:

Conclusão

Chegamos ao fim de mais um artigo, neste artigo você aprendeu como criar o tnsnames.ora peloNETCA. Foi apresentado a estrutura básica do arquivo e o passo a passo de sua criação, e para finalizar, vimos de uma forma prática como fazer uma conexão no banco de dados utilizando otnsnames.ora.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!